Comissão de Recenseamento Eleitoral preocupada com a fraca adesão dos jovens

A migração dos jovens estudantes para continuarem os estudos na Praia tem contribuído para a fraca adesão à campanha de recenseamento em curso, afirmou hoje o presidente da Comissão de Recenseamento Eleitoral (CRE) do Maio, Avito Agues.

Em declarações à Inforpress, o presidente da CRE-Maio disse que dos 80 jovens que já completaram 18 anos somente 25 já se recensearam, devendo a CRE aproveitar a vinda dos que estudam na Praia por ocasião das férias de Pascoa para chegar mais perto dos restantes, fazendo deslocações de brigadas móveis às diversas localidades da ilha.

Ainda assim, admitiu, “sempre que temos informação de que um determinado jovem ainda não se recenseou fazemos o possível para contactá-lo e convencê-lo a se recensear, o que tem acontecido sem nenhum problema”.

Até ao momento, informou Avito Agues, já estão recenseadas cerca de 102 pessoas, perfazendo um total de 4.400 eleitores em toda a ilha.

E isso tem sido conseguido com algum envolvimento dos partidos políticos na sensibilização dos jovens, lembrou.

“Não queremos que façam somente a campanha de motivação, mas também que informem as pessoas a consultarem os cadernos eleitorais para verem se os seus nomes constam realmente dos cadernos, para que, no dia das eleições, não venham a ter problemas para votar”, comentou.

Nas eleições anteriores, reconheceu, houve problemas com os cadernos eleitorais e muitas pessoas ficaram sem votar porque os seus nomes não constavam dos cadernos que os delegados tinham na mesa.

Tudo porque houve corte no último nome de cada página no momento da impressão, concluiu o presidente da Comissão de Recenseamento Eleitoral.
Share on Google Plus

About Ponta Kurral

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são bem-vindos e importantes.

Esteja a vontade para comentar este artigo mas sem insultar quem quer que seja, pois este não será aprovado.