Presidente da República considera “quase catastrófica” a grande precariedade das ligações marítimas com a ilha

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, disse hoje no Maio que a “grande precariedade das ligações marítimas” com que a ilha “se debate há muito” assume proporções “quase catastróficas” a que se juntam dificuldades de ligações aéreas.

Jorge Carlos Fonseca fez estas declarações durante a sessão solene de boas vindas realizada na cidade do Porto Inglês para marcar o arranque da sua primeira visita oficial ao Maio enquanto Chefe de Estado.

Na sua opinião, “o desenvolvimento turístico deve ser encarado como o verdadeiro motor do desenvolvimento local e um agente potenciador do desenvolvimento de outras actividades económicas como a agricultura, a pecuária e o artesanato”.

Por isso, assegurou que o Presidente da República estimula a resolução definitiva, faseada e o mais rapidamente possível da questão das ligações marítimas que considera “ingente”, alegando que os transtornos advenientes dessa situação não podem nem devem ser negligenciados.

Para o mais alto magistrado da Nação, a ligação marítima do Maio com o resto do país representa uma tarefa urgente, pois o desenvolvimento da ilha continuará seriamente hipotecado se não se equacionar a questão do porto, alegou.

Esta infra-estrutura, segundo José Carlos Fonseca, torna-se vital para uma verdadeira circulação de pessoas e bens, designadamente em direcção à vizinha ilha de Santiago.

Além da disponibilização de barcos adequados para ligações regulares é decisiva a criação de condições para que esta circulação se faça com a segurança que vem sendo reclamada, argumentou.

Jorge Carlos Fonseca fez questão de chamar a atenção de todos para “uma imperiosa necessidade de ter um cuidado extremo" para não destoar de um todo "que parece tão fino e delicado que qualquer descuido pode comprometer”.

Neste particular, qualificou o Maio como uma parcela ímpar do país porque encerra um desafio complexo de enfrentar os grandes problemas “que preocupam as pessoas sem destruir a sua essência, sem quebrar o seu equilíbrio, sem macular o seu encanto”.

Afirmou, por outro lado, que vê com satisfação e dá todo o seu apoio à disposição do Governo no sentido de aumentar a participação dos municípios no Fundo de Financiamento Municipal.

Fonte: Inforpress 
Share on Google Plus

About Ponta Kurral

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são bem-vindos e importantes.

Esteja a vontade para comentar este artigo mas sem insultar quem quer que seja, pois este não será aprovado.