Transmissões televisivas em direto dos jogos para Cabo Verde em risco


A televisão pública de Cabo Verde, TCV, terá de pagar cerca de 82 mil contos (750 mil euros) pelos direitos de transmissão da Taça das Nações Africanas de futebol (CAN2013), montante que a estação considera «impensável».
Cabo Verde, que se estreia este ano numa fase final da competição, defronta logo no jogo inaugural, no sábado, a anfitriã África do Sul, mas a sua população poderá não ver os jogos, já que a TCV afirmou que, se não houver uma redução do valor pedido pela empresa, não os transmitirá.
A direção da TCV e as duas empresas de telecomunicações que patrocinam a seleção cabo-verdiana estiveram hoje reunidas com o representante da empresa detentora dos direitos, a LD 2, de capitais beninenses e franceses, negociações que começaram na segunda-feira e que ainda não foram concluídas.
Waldemar Pires, diretor da TCV, disse que, mesmo com o patrocínio das duas empresas, a TCV ainda não conseguiu o montante necessário, pelo que pediram o apoio do presidente cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, para "sensibilizar" a LD 2 para baixar o preço.

«Para nós é impensável pagar 750 mil euros pelos direitos de transmissão. É certo que se trata de toda a competição e de mais jogos em 2014, mas o pacote para a realidade de Cabo Verde é um valor muito alto. Estamos a negociar para que haja uma redução do preço e pedindo a outras empresas que nos ajudem a levar os jogos a casa do telespetador», disse Waldemar Pires.
Entretanto, a LD2 ainda não se predispôs a diminuir o valor, já que, segundo o representante da empresa, Aristides Foe, o valor foi estabelecido pela Confederação Africana de Futebol (CAF).

«Os valores foram estabelecidos pela CAF e, no caso de Cabo Verde, já há uma redução significativa. Por exemplo, no caso da Nigéria ou dos Camarões, o valor é de 1,3 milhões de euros», disse.
No entanto, Aristides Foe comprometeu-se hoje com Jorge Carlos Fonseca a conversar com o responsável máximo da empresa, com sede em França.
Waldemar Pires disse-se esperançado na transmissão dos jogos, uma vez que as negociações vão continuar pelo menos até sexta-feira e salientou que a TCV vai fazer "tudo" para conseguir a redução do valor em referência.
O valor pedido pelos direitos de transmissão é maior de que todo o orçamento da Federação Cabo-Verdiana de Futebol (FCF) para toda a operação CAN, que se fixou em cerca de 70 mil contos (640 mil euros).
Para a transmissão do CAN2012, a TCV pagou o montante de 15 mil euros, valor que, na edição deste ano, subiu para 750 mil euros devido à presença da seleção cabo-verdiana na prova.

A estreia dos "Tubarões Azuis" acontece no jogo inaugural frente à anfitriã África do Sul, que se jogará às 16h00 de Lisboa (15h00 em Cabo Verde) em Joanesburgo, partida que contará com a presença de Jorge Carlos Fonseca.
Fonte: Sapo.cv

Share on Google Plus

About Ponta Kurral

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são bem-vindos e importantes.

Esteja a vontade para comentar este artigo mas sem insultar quem quer que seja, pois este não será aprovado.