FIDA avalia positivamente implementação do PLPR na ilha do Maio


Por ocasião da visita realizada à ilha do Maio, a consultora do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Annina Labbock, informou que, apesar do projecto estár a ser implementado recentemente na ilha, está a ter um “impacto positivo” na melhoria das condições de vida da população do meio rural.
Annina Labbock que íntegra uma delegação do FIDA ,que se desclocou à ilha do Maio para para analisar o impacto obtido com a implementação do Programa de Luta contra a Pobreza no meio Rural (PLPR), reconheceu que existem dificuldades no que tange ao recrutamento das pessoas para fazer parte da associação, com vista à mobilização de financiamentos para projectos comunitários, mas que globalmente atribui nota positiva ao trabalho feito até agora.
“Estou a ver que já estão bem avançados, porque o número das associações aumentaram e foram legalizadas e criadas outras com o apoio do programa (PLPR). Hoje visitamos os projectos que já foram implementados e outros que estão em execução. Por isso, estão no bom caminho”, sublinhou exortandoe às associações a não esperarem somente pela Comissão Regional de Parceiros (CPR).
“Acho que as associações devem trabalhar para transmitirem as suas filosofias de que a têm que ter as suas vidas próprias, sem contar com apoios externos, porque este programa não vai continuar para sempre, por isso elas devem possuir as sua própria autonomia organizativa e financeiras ”,  explicou.
Annina Labbock recordou que as associações devem apostar mais em actividades geradoras de rendimento, com vista a proporcionar aos jovens rurais emprego nas suas próprias localidades, evitando que estes saiam para outros lugares, de modo a torná-los pequenos empresários e serem agentes dinamizadores dos seus povoados.
A consultora disse estar ciente de que a CPR do Maio pode aumentar a sua taxa de execução até o fim do programa, previsto para Março de 2013, em até pelo menos 80 por cento.
Adiantou ainda que a CRP precisa acelerar um pouco mais os trabalhos e continuar nessa caminhada com “muito mais firmeza”.
“Para o próximo programa, vai ser dado mais atenção às actividades geradoras de rendimento, como a agricultura e outras. Os projectos serão  implementados no modelo inter-comunitários, em conjunto com as associações das diversas localidades. Por  isso, serão projectos mais grandes, o que vai poder garantir mais postos de trabalho”, conclui.
De recoradar que no passado dia 23 de novembro, efectuou uma visita semelhante à ilha de Santo Antão.
 fonte: Binókulo
Share on Google Plus

About Ponta Kurral

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são bem-vindos e importantes.

Esteja a vontade para comentar este artigo mas sem insultar quem quer que seja, pois este não será aprovado.